“… É como um tesouro escondido no campo” (Mt 13, 44-52)

 

 

Evangelho – Mt 13,44-52

Naquele tempo, disse Jesus à multidão:
44 ‘O Reino dos Céus é como um tesouro escondido no campo.
Um homem o encontra e o mantém escondido.
Cheio de alegria, ele vai, vende todos os seus bens
e compra aquele campo.
45 O Reino dos Céus também é como um comprador
que procura pérolas preciosas.
46 Quando encontra uma pérola de grande valor,
ele vai, vende todos os seus bens
e compra aquela pérola.
47 O Reino dos Céus é ainda
como uma rede lançada ao mar
e que apanha peixes de todo tipo.
48 Quando está cheia,
os pescadores puxam a rede para a praia,
sentam-se e recolhem os peixes bons em cestos
e jogam fora os que não prestam.
49 Assim acontecerá no fim dos tempos:
os anjos virão para separar
os homens maus dos que são justos,
50 e lançarão os maus na fornalha de fogo.
E ai, haverá choro e ranger de dentes.
51 Compreendestes tudo isso?’
Eles responderam: ‘Sim.’
52 Então Jesus acrescentou:
‘Assim, pois, todo o mestre da Lei,
que se torna discípulo do Reino dos Céus,
é como um pai de família
que tira do seu tesouro coisas novas e velhas.’

+++

Refletindo a Palavra

A liturgia deste domingo convida-nos a refletir nas nossas prioridades, nos valores sobre os quais fundamentamos a nossa existência. Sugere, especialmente, que o cristão deve construir a sua vida sobre os valores propostos por Jesus.
A PRIMEIRA LEITURA apresenta-nos o exemplo de Salomão, rei de Israel. Ele é o protótipo do homem “sábio”, que consegue perceber e escolher o que é importante e que não se deixa seduzir e alienar por valores efêmeros.
No EVANGELHO, recorrendo à linguagem das parábolas, Jesus recomenda aos seus seguidores que façam do Reino de Deus a sua prioridade fundamental. Todos os outros valores e interesses devem passar para segundo plano, face a esse “tesouro” supremo que é o Reino.
A SEGUNDA LEITURA convida-nos a seguir o caminho e a proposta de Jesus. Esse é o valor mais alto, que deve sobrepor-se a todos os outros valores e propostas.
(http://www.dehonianos.org/portal/liturgia_dominical_ver.asp?liturgiaid=420)

+++

Rezando a Palavra

Salmo – Sl 118,57.72.76-77.127-128.129-130 (R.97a)

R. Como eu amo, Senhor, a vossa Lei, vossa Palavra!

57 É esta a parte que escolhi por minha herança:*
observar vossas palavras, ó Senhor!
72 A lei de vossa boca, para mim,*
vale mais do que milhões em ouro e prata. R.

76 Vosso amor seja um consolo para mim,
conforme a vosso servo prometestes.
77 Venha a mim o vosso amor e viverei,*
porque tenho em vossa lei o meu prazer! R.

127 Por isso amo os mandamentos que nos destes,*
mais que o ouro, muito mais que o ouro fino!
128Por isso eu sigo bem direito as vossas leis,*
detesto todos os caminhos da mentira. R.

129 Maravilhosos são os vossos testemunhos,*
eis por que meu coração os observa!
130 Vossa palavra, ao revelar-se, me ilumina,*
ela dá sabedoria aos pequeninos. R.