“Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus.”

Solenidade de Todos os Santos

Evangelho de Jesus Cristo Segundo Matheus – Mateus 5,1-12a

Naquele tempo:
34 Os fariseus ouviram dizer que Jesus
tinha feito calar os saduceus.
Então eles se reuniram em grupo,
35 e um deles perguntou a Jesus, para experimentá-lo:
36 ‘Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?’
37 Jesus respondeu: ‘`Amarás o Senhor teu Deus
de todo o teu coração, de toda a tua alma,
e de todo o teu entendimento!’
38 Esse é o maior e o primeiro mandamento.
39 O segundo é semelhante a esse:
`Amarás ao teu próximo como a ti mesmo’.
40 Toda a Lei e os profetas
dependem desses dois mandamentos.

Meditando a Palavra

As Bem-aventuranças revelam a realidade misteriosa da vida em Deus, iniciada no Baptismo. Aos olhos do mundo, o que os servidores de Deus sofrem são, efectivamente, formas de morte: ser pobre, suportar as provas (os que choram) ou as privações (ter fome e sede) de justiça, ser perseguido, ser partidário da paz, da reconciliação e da misericórdia, num mundo de violência e de lucro… tudo isso aparece como não rentável, votado ao fracasso, à morte.
Mas que pensa Cristo? Ele, pelo contrário, proclama felizes todos os seus amigos que o mundo despreza e considera como mortos, consola-os, alimenta-os, chama-os filhos de Deus, introdu-los no Reino e na Terra Prometida.
A Solenidade de Todos os Santos abre-nos assim o espírito e o coração às consequências da Ressurreição. O que se passou em Jesus realizou-se também nos seus bem amados, os nossos antepassados na fé, e diz-nos igualmente respeito: sob as folhas mortas, sob a pedra do túmulo, a vida continua, misteriosa, para se revelar no Grande Dia, quando chegar o fim dos tempos. Para Jesus, foi o terceiro dia; para os seus amigos, isso será mais tarde.(leia mais...)

Rezando a Palavra

Salmo – Sl 23(24),1-2.3-4ab.5-6 (R. cf. 6)

R. É assim a geração dos que procuram o Senhor!

1 Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra,
o mundo inteiro com os seres que o povoam;
2 porque ele a tornou firme sobre os mares,
e sobre as águas a mantém inabalável.

3 “Quem subirá até o monte do Senhor,
quem ficará em sua santa habitação?”
4a “Quem tem mãos puras e inocente coração,
4b quem não dirige sua mente para o crime.

5 Sobre este desce a bênção do Senhor
e a recompensa de seu Deus e Salvador”.
6 “É assim a geração dos que o procuram,
e do Deus de Israel buscam a face”.